Taxa de Juros: Quando o Condomínio Financia Direto com o Fornecedor

Compartilhe

Entenda melhor esta relação comercial e suas consequências.

person holding paper near pen and calculator

Se você é síndico ou administrador e pretende obter um financiamento para o seu condomínio, é importante saber a taxa de juros real que será oferecida a você.  

Pois, ao fazer um financiamento, você como responsável pelas finanças condominiais pode estar desperdiçando recursos do condomínio. Logo, é preciso ter cuidado, transparência e responsabilidade nas negociações.  

Então, continue lendo esse artigo porque iremos falar qual a taxa de juros para o financiamento de condomínio, quando é feita direto com o fornecedor, ou por empresas especializadas.  

Qual a taxa de juros do financiamento para condomínios? 

1 U.S.A dollar banknotes

Antes de mais nada, o financiamento de condomínio já é uma prática comum e vem ganhando cada vez mais espaço no mercado, com advento das fintechs e condotechs (empresas de tecnologia que atuam no mercado bancário de forma legal e regular, seguindo as regras estabelecidas pelo Banco Central e legislação). 

Pois, quando o condomínio precisava uma linha de crédito, até pouco tempo atrás (onde os bancos não se interessavam em conceder crédito) seria quase impossível. Ainda hoje, algumas cooperativas de crédito que atuam no mercado, mas de forma burocrática e com custos mensais adicionais (precisa pagar taxa mensal para ser cooperado), concedem crédito para condomínios. 

Mas, então chegaram as fintechs e condotechs, que atendem as necessidades financeiras dos condomínios, com agilidade e baixos custos operacionais, permitindo que a operação de crédito se dê de forma digital, reduzindo burocracias e o custo efetivo total (CET). 

Ocorre que ainda assim, muitos síndicos e administradores optam por financiamentos diretos com fornecedores, seja por conveniência ou por desconhecimento do mercado e de finanças, e acabam pagando taxas altíssimas, sem saber. 

O financiamento pode ser feito com fintechs e condotechs, ou, diretamente com o fornecedor do condomínio.  

E a taxa de juros pode variar ( e muito) de acordo com quem está financiando. 

Como saber a taxa de juros? 

Se o condomínio realiza o financiamento com fintechs e condotechs, sabe a taxa exata que está contratando, pois na Cédula de Crédito Bancário (contrato de empréstimo) constam todo o detalhamento da operação. 

Mas se optar por financiar direto com o prestador de serviços, pode estar arcando com taxas de juros acima de 5% (cinco por cento) em média, sem transparência, ou seja, uma verdadeira “caixa preta”. 

Do ponto de vista legal, não podem realizar operações de crédito, pois a atividade é a de prestação de serviços, mas trata-se de uma prática enraizada no mercado, que uma nova geração de síndicos e administradores começa a mudar. 

Diante disso, como exemplo, o financiamento direto da pintura da fachada do prédio, pela empresa de pintura vai “carregar” um custo financeiro adicional embutido. 

E fosse à vista o pagamento, quanto seria? Quem fizer esta pergunta, vai descobrir que não há interesse em receber à vista, é melhor (para eles) parcelar em muitos meses. 

Por isso, o mais recomendado é contratar uma empresa especializada em empréstimos para condomínios.  

Conclusão 

man sits typing on MacBook Air on table

Então, agora se o condomínio precisar de operação de crédito, saiba que a melhor taxa de juros para o financiamento do condomínio com empresas especializadas, e não diretamente com o fornecedor.  

Portanto, se esse artigo lhe ajudou, deixe aqui o seu comentário.  

Equipe Empresta Condo 

@emprestacondo 

atendimento@emprestacondo.com.br 

Posts Relacionados

© 2024 – EmprestaCondo
Todos os direitos reservados